Projeto de Lei pode incentivar o surgimento de novas startups em Ouro Preto

Casarões históricos, ruas de pedra e aquele clima de museu à céu aberto. Se imagem mental que você tem de Ouro Preto é essa, pode se preparar, porque a antiga Vila Rica agora pode ganhar ares mais modernos e bastante interessantes para os empreendedores.

Aprovado  na Câmara Municipal no final de 2018, o Projeto de Lei Complementar 21/2018 surge em um cenário de avanço da cidade e busca reduzir a alíquota relativa aos serviços de tecnologia e conceder outros incentivos fiscais às empresas de base tecnológica do município. E não é só isso.

O projeto também prevê soluções inovadoras que visam fomentar a criação de novas políticas públicas e garantir sustentação e apoio ao crescimento de negócios, beneficiando as empresas já estabelecidas no município e atraindo novos empreendimentos para Ouro Preto. Ou seja: uma baita mão na roda para quem deseja investir em tecnologia em uma das principais cidades de Minas.

Prefeituras incentivam o surgimento de startups no interior de Minas

Pensando que apenas Ouro Preto tem mexido seus pauzinhos para incentivar o surgimento de startups em cidades do interior de Minas? Pois Congonhas também tem feito sua parte nessa história.

Como já mostramos aqui no blog, a terra dos profetas tem feito de tudo para se tornar um Oasis para startups e inovação em Minas desde o final de 2017, quando a prefeitura também assinou um projeto de lei municipal semelhante à de Ouro Preto.

Agora é esperar para ver quais serão os primeiros (e grandes) nomes a surgir desse meio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo